Com relatoria do deputado federal Luiz Lima, a Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF) aprovou projeto de lei nº 1.094/22, que dispõe sobre a política de prevenção, detecção e tratamento de escoliose em crianças e adolescentes, com a participação da família e da escola. Durante a leitura do parecer, o deputado entendeu a importância dos profissionais fisioterapeutas para avaliação e tratamento da escoliose, e os incluiu no projeto.
De acordo com o documento, serão realizadas campanhas educativas voltadas para as famílias, profissionais da educação e da saúde. Os profissionais de educação do ensino infantil, fundamental, médio e técnico receberão dos profissionais de educação física informações básicas sobre a identificação de sinais de escoliose.

Agora, o projeto segue para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJC).