CONSELHO FEDERAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL

 

RESOLUÇÃO n.º  213, de 19 de setembro de 2000[1]

                                              

Dispõe sobre o reconhecimento do Título Acadêmico de Kinesiólogo

como equivalente ao Título Acadêmico de Fisioterapeuta.

 

         O Plenário do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional - COFFITO, no exercício de suas atribuições legais e regimentais e cumprindo o deliberado em sua 89ª Reunião Ordinária, realizada nos dias 15, 16 e 17 de agosto de 2000, na Secretaria Geral do COFFITO, situada na Rua Napoleão de Barros, 471 – Vila Clementino, São Paulo - SP.,  na conformidade com a competência prevista nos incisos II, III e XII do Art. 5º, da Lei n.º 6.316, de 17.12.1975, Considerando: 1 – A sinonimia da titularidade profissional de Fisioterapeuta e Kinesiólogo, no âmbito do Mercosul; 2 – Que os profissionais detentores dos títulos acadêmicos superiores de Fisioterapeuta e de Kinesiólogo, detêm a mesma formação acadêmica e profissional; 3 – A necessidade de melhor fundamentar e facilitar a equalização e a interlocução corporativa entre os Estados-parte do Mercosul, Resolve:

         Art. 1º - Reconhecer o título acadêmico de Kinesiólogo como equivalente ao título acadêmico de Fisioterapeuta.

         Art. 2º - Reconhecer as Entidades representativas dos profissionais  detentores dos títulos acadêmicos referenciados no art. 1º desta Resolução, como interlocutores oficiais sobre assuntos de Fisioterapia no âmbito do Mercosul.

         Art. 3º - Que a interlocução dessas Entidades Nacionais objetivará discutir a equalização acadêmica, o controle social do exercício profissional e as competências profissionais nos seus territórios nacionais.

         Art. 4º - Os casos omissos serão deliberados pelo Plenário do COFFITO.

         Art. 5º - Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

 

       CÉLIA RODRIGUES CUNHA                                RUY GALLART DE MENEZES

           Diretora-Secretária                                                          Presidente

[1] D.O.U. Nº 242, DE 18.12.00, SEÇÃO I,  PAG. 20